Paróquias

* Igreja Nossa Senhora do Rosário - Caieiras - São Paulo - Brasil

rosario1.jpg

Pelas mãos sagradas de Sua Eminência Reverendíssima o Cardeal Franc Rodé, CM, Prefeito da Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e as Sociedades de Vida Apostólica, foi dedicada - no dia 24 de fevereiro - a Igreja Nossa Senhora do Rosário, no Seminário São Tomás de Aquino.

Este Seminário encontra-se num lugar privilegiado, em meio à abundante vegetação tropical da Mata Atlântica brasileira, nos altos da Serra da Cantareira.

O templo material é símbolo da Igreja, formada por pedras vivas, que são todos os cristãos. Representa ainda a Jerusalém Celeste, onde triunfaremos eternamente com Cristo. Convêm que sua construção seja bela, e até esplendorosa, recordando a quem transpõe seus umbrais benditos que o Céu é o destino dos que perseverarem na Fé e na prática da virtude.

Inspirada no estilo gótico, caracterizado, entre outros detalhes, pela forma dos arcos, bem como pelo entrecruzar de ogivas e nervuras, a Igreja de Nossa Senhora do Rosário busca exatamente essa beleza ideal, criando em seu interior, através da profusão de cores e da riqueza de formas, um ambiente adequado para as celebrações litúrgicas.

dedicacao2.jpg

O rito da dedicação

Com enorme alegria os arautos participaram da solene celebração litúrgica de dedicação; alegria que veio não apenas do fato em si, que marcou a história da instituição, mas, sobretudo, de verem atendido um acalentado anseio proveniente do mais fundo de suas almas. Com efeito, o carisma que neles deve brilhar com todo o fulgor, a fim de poderem dar testemunho do Evangelho, passa agora a expressar-se também neste edifício sagrado, na elegância das linhas arquitetônicas, no variado desenho das pedras, no jogo cromático das pinturas e na luz capturada pelo colorido dos vitrais.

O cerimonial de dedicação de uma nova igreja é rico, e consiste num harmonioso encadeamento de atos litúrgicos, todos eles cheios de significado. A celebração foi presidida por Sua Eminência o Cardeal Franc Rodé, CM, e concelebrada pelo Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo de São Paulo e por D. José Maria Pinheiro, Bispo Diocesano de Bragança Paulista - bem como por mais de 20 bispos e numerosos sacerdotes. Mons. Adriano Paccanelli, mestre das celebrações litúrgicas da Basílica Papal de Santa Maria Maggiore, atuou como cerimoniário.

Entrega das chaves da Igreja

chaves3.jpg

Após os ritos iniciais, o Cardeal Franc Rodé, CM, recebeu dos representantes dos construtores as chaves do edifício, e as entregou em seguida ao Superior Geral da Sociedade Clerical Virgo Flos Carmeli, Mons. João Scognamiglio Clá Dias, EP, pois é a este que compete o múnus pastoral da nova igreja.

Igreja Nossa Senhora do Rosário, Rua Havaí, 430 - Pq. Santa Inês 07700-000 - Caieiras - SP - Brasil Tel: 55 11 4899-3100 nsra.rosario@virgofloscarmeli.org

* Igreja San Benedetto in Piscinula - Roma - Itália

No coração do Trastevere, o bairro mais "romano" da Cidade Eterna, encontra-se a igreja de San Benedetto in Piscinula. Com mais de mil anos de história, ela constitui um insigne tesouro artístico medieval de Roma.

A origem da igreja de San Benedetto in Piscinula se perde na noite dos tempos. Os antigos documentos apenas a citam, e nenhum códice medieval nos refere a sua história. Situa-se ela no local onde outrora se erigia a Domus Aniciorum, a suntuosa vivenda da importante família Anicia, à qual pertencia São Bento. É aqui que o venerável abade residiu durante sua estadia em Roma - quando veio à cidade para estudar - em Sua cela, pequenino espaço escolhido pelo Santo como morada, é conservada até hoje. No silêncio de suas paredes Deus lhe comunicou as primeiras graças que, mais tarde, culminariam na fundação da obra religiosa e cultural decisiva para o futuro da Europa e do Ocidente, a Ordem Beneditina.

piscinula4.jpg

Junto à cela, encontra-se um afresco de Nossa Senhora da Misericórdia, diante do qual ele rezava, pedindo graças para ser fiel a seus propósitos. Afirma a tradição ser esta a primeira imagem da Mãe de Deus, objeto da devoção de São Bento.

Construída por volta do século X, apesar de a capela onde se encontra a cela de São Bento remontar ao século VIII, a igreja é pequenina e discreta, parece uma basílica em miniatura. Como bem dizia um peregrino italiano, ela é semelhante ao Menino Jesus, se fez pequena para ser mais acessível aos homens.

Nos primeiros tempos, a igreja foi dedicada à Santa Virgem Maria, mas posteriormente recebeu o título de San Benedetto, dado pelos devotos do Santo. Já o nominativo "in Piscinula" se refere, segundo uma forte corrente de historiadores, à proximidade das piscinas de antigos estabelecimentos termais.

Uma de suas grandes obras artísticas é o pavimento formado de belos mosaicos de mármore em estilo cosmatesco, (cosmei, em grego, significa ornar).

É um estilo caracteristicamente medieval, Em San Benedetto encontra-se o único pavimento cosmatesco original do mundo.

Enquanto os demais sofreram alterações, este permanece intato há quase mil anos. Coroa a igreja um pitoresco campanário românico, o menor da Urbe. Mas esse pequeno campanário guarda um grande tesouro: é o sino mais antigo de Roma, fundido em 1069! Nesse lugar impregnado de sobrenatural e marcado pela História, o passado e o futuro se encontram de uma maneira singular, pois no que restou da antiga casa de São Bento vivem hoje jovens membros da Sociedade Virgo Flos Carmeli e dos Arautos do Evangelho, aos quais a igreja foi confiada pela Diocese de Roma.

Eles lá estão à disposição de peregrinos de todo o mundo que acorrem a contemplar as riquezas sobrenaturais e as maravilhas artísticas desse venerável templo. Indo a Roma, não deixe de visitar San Benedetto in Piscinula, casa da Sociedade Virgo Flos Carmeli na Cidade Eterna.

Chiesa di San Benedetto in Piscinula, Piazza in Piscinula, 40 - Transtevere - Roma Italia Tel: 06.5833.1609 virgofloscarmeli@virgofloscarmeli.org

* Igreja Nuestra Señora de la Encarnación - Lima - Peru

Em 31 de março de 2008, na Solenidade da Anunciação do Senhor, o Cardeal Juan Luis Cipriani Thorne, Arcebispo de Lima e Primaz do Peru, presidiu a Eucaristia na igreja de Nossa Senhora da Encarnação, do Mosteiro das Agostinianas, na capital peruana.

encarnacao5.jpg

A cerimônia assinalou o início das atividades pastorais de três sacerdotes da Sociedade Virgo Flos Carmeli nessa igreja. Em sua homilia, o Cardeal discorreu sobre o modo pelo qual o Espírito Santo inspira continuamente novos carismas e novas realidades dentro da Igreja, entre as quais os Arautos do Evangelho.

Comentou em seguida diversos aspectos do carisma desta associação, como o amor à Liturgia, a devoção a Maria Santíssima, especialmente sob a invocação de Fátima, e a busca da santidade.

Destacou, ademais, o trabalho dos arautos em sua Arquidiocese e sua união com o Pastor. Fez uma menção muito carinhosa às Religiosas Agostinianas que, com sua vida de contemplação e oração, vivificam o apostolado.

Por fim, manifestou seu agradecimento ao Mons. João S. Clá Dias, EP, - fundador e Superior Geral da Sociedade Clerical de Vida Apostólica - por haver cedido três sacerdotes dessa instituição para assumir o encargo pastoral da mencionada igreja. No final da Celebração Eucarística, o Cardeal Cipriani coroou, entre aplausos da multidão de fiéis presentes, a imagem peregrina do Imaculado Coração de Maria.

Iglesia Nuestra Señora de la Encarnación, Monasterio de la Encarnación, Avenida Brasil 1780 - Pueblo Libre - Lima - Perú. vigofloscarmeli@virgofloscarmeli.org